Seja Bem-Vindo

Que a Paz e o Amor de Deus reine em sua vida e família hoje e sempre em nome de Jesus!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

A PALAVRA DA SALVAÇÃO: NOSSA MISSÃO


Como salvar-se?
A Bíblia deixa claro em Romanos no capítulo 10
“Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação.”
“Como, pois invocarão aquele em quem não creram? E como crerão de quem não ouviram? E como ouvirão se não há quem pregue? E como pregarão se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam a paz, dos que anunciam coisas boas!”
“De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus”
Mas, será que para pregar a outras pessoas é necessário ir a outros países? Viajar? Ter condições financeiras?
A missão consiste somente em viajar aos países onde há perseguições?
E os nossos vizinhos? Amigos? Colegas de trabalho ou de escola? Parentes?
Jesus disse: “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura”
Temos muitas formas de se alcançar pessoas e levar esta Palavra: Rádio, folhetos de evangelização, internet, televisão.
Cabe a nós levar a Palavra e o Espírito Santo é quem convence.
E possamos dizer: Eis-me aqui, envia-me a mim.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

GRANDES MILAGRES ACONTECEM A TODOS OS INSTANTES

“Não vemos a Deus, no entanto, o reconhecemos através de suas obras.”

Infelizmente, temos a tendência de enxergar como milagres, apenas quando uma pessoa é curada de câncer e de outra doença que parecem gravíssimas. Já ouvi muitas pessoas dizerem: “Aconteceu um grande milagre, pois um dos meus familiares estava enfermo e foi curado”. Outros tiveram as suas vidas poupadas em algum acidente, etc.
É verdade que tudo isso é milagre, mas os maiores milagres acontecem todos os dias, em todos os momentos das nossas vidas, e isso passa despercebido.
Muitos de nós não enxergamos as ações maravilhosas que nos acontecem diariamente e a proteção que recebemos de Deus todos os instantes: Protegidos de doenças contagiosas, dos vírus e bactérias que nos cercam, da violência das ruas, dos tantos crimes e assaltos do dia-a-dia, etc.
Às vezes, só interpretamos milagres uma pessoa sofrer um acidente grave e sair ilesa sem ferimentos, mas não paramos para agradecer o fato de sairmos de casa todos os dias e voltarmos em segurança.

Blaise Pascal, um famoso filósofo e matemático francês, chegou para seu pai e disse:
- Papai, aconteceu um milagre comigo hoje!
- Sim meu filho, o que foi?
- É que eu fiz uma viagem de 15 km a cavalo. Em um momento, meu cavalo galopava vagarosamente, tropeçou e caiu e não me machuquei.
- É verdade, meu filho, isso é um grande milagre. Contudo, aconteceu um milagre ainda maior comigo!
- O que foi papai?
- Eu também fiz uma longa viagem a cavalo. O meu cavalo galopava a toda velocidade e não tropeçou nenhuma vez!


Será que você está enxergando os milagres do dia-a-dia? Está na hora de abrir os olhos e perceber que, em todos os instantes, grandes milagres e coisas sobrenaturais estão acontecendo e você não está vendo.
Todos os dias quando se olhar, diante de um espelho, lembre-se que está diante do maior milagre da História gerado pelo Nosso Maravilhoso Arquiteto do universo.

“O maior milagre é o dom da vida e a vida é para ser vivida com alegria.”

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

No salão do barbeiro

Enquanto o barbeiro cortava os cabelos do seu cliente,
este conversava com o barbeiro sobre a vida e a respeito de Deus.
A reação do barbeiro:
- Deixa disso, Deus não existe! Se Deus existisse, não
haveria tantos miseráveis passando fome, tanta tristeza!
- Bem, esta é a sua maneira de ver as coisas, sua
maneira de pensar! - disse o cliente.
- Sim, claro, respondeu o barbeiro.
O cliente pagou pelo serviço de corte de cabelo, e
saindo avistou um maltrapilho, imundo, de cabelos
longos e malcuidados, barba bem comprida.
Não se conteve, voltou ao barbeiro e lhe disse que
não acreditava mais em barbeiros!
- Por quê?, falou o barbeiro.
- Veja, barbeiro, se existissem barbeiros, não haveria
gente de cabelos neste estado e de barba por fazer!
- Ora, essas pessoas não vêm a mim! O barbeiro
respondeu.
Essa pequena história nos faz refletir um pouco:
Muitas vezes culpamos Deus pelos acontecimentos do mundo,
não percebemos que não fazemos o que deveríamos fazer, e
contribuímos para que o mundo continue do jeito que está. Temos
livre-arbítrio, capacidade de escolher os nossos atos e tomar
decisões certas ou erradas. Deus quis que assim fosse para
podermos desfrutar a liberdade das nossas decisões. Senão,
seríamos robôs, marionetes, bonecos, e, com certeza, estaríamos
culpando a Deus por isso também. E não poderia ser diferente!
A vida com Deus é um presente e deve ser assim recebida
como todo e qualquer presente. Não deve ser por imposição,
obrigação. Entender os motivos dos diferentes acontecimentos,
neste mundo não é fácil, mas, podemos descansar, estar tranquilos,
Deus está com as rédeas nas mãos! E isto basta.
Jesus disse: "Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei"
Aceite-o hoje como seu único e suficiente Salvador e descanse nos braços do Pai.
Deus te dê Paz e abençoe ricamente o seu dia.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Adolescente do Senhor

“Tinha Josias oito anos quando começou a reinar... E fez o que era reto aos olhos do Senhor... Porque no oitavo ano do seu reinado, sendo ainda moço, começou a buscar o Deus de Davi, seu pai...” 2 Crônicas 34:1-3
Josias foi um dos reis mais novos do antigo testamento.
Foi filho de Amom: este fazia o que era mal aos olhos do Senhor.
Porém, Josias foi muito diferente de seu pai, pois logo cedo reinou no lugar de seu pai e fez uma grande obra na cidade de Jerusalém.
O povo ficou idólatra esquecendo-se do Deus de Abraão, Isaque e Jacó.
Mas, o Senhor é muito misericordioso e usou muito a vida de Josias.
Na sua adolescência já estava tirando e derribando todos os altares e todas as imagens de escultura.
Como é incrível, não é? Quem diria que aos dezesseis anos, ainda adolescente, alguém pode fazer a diferença no meio de tanta gente. Aliás, era a cidade toda de Jerusalém.
Ai você me diz: Ele era rei e era obrigação dele fazer isso, não é?
Acontece que, o seu pai, como já falei no início, estava fazendo o que era contrário à vontade do Senhor. Contudo, Josias seguiu outro caminho e provou que nem sempre “filho de peixe, peixinho é!”. E Deus usou poderosamente a vida deste moço e assim foi na vida de Davi quando o tirou do campo para ser rei, assim foi na vida de Moisés quando o chamou entre a sarça ardente para tirar o povo do Egito, assim foi com Daniel na cova dos leões.
Deus é o mesmo. Ele não muda. O Reis dos reis faz o mesmo nos dias atuais.
O Senhor quer capacitar e usar pessoas na Sua obra.
Você, adolescente, jovem, moço (a), pode fazer a diferença também.
Não precisa ser governador (a) para mudar as coisas.
O Todo-Poderoso é quem te capacita. Ele usa cada um de uma forma diferente.
Deus pode te usar na escrita, no louvor, na adoração, nos instrumentos musicais, na pregação da palavra.
Você tem um talento. E, talvez, nem mesmo saiba qual é. Porém, o Senhor te lapidará. Vai te transformar num lindo diamante. E a glória de Deus resplandecerá sobre ti.
Na escola, no trabalho, em casa, vamos fazer a diferença.
Quer ser usado? Faça como Josias: busque o Senhor dos exércitos.
Deus é contigo!